FÓRUM DE DISCUSSÃO DOS 3ºs ANOS A,B,C e D

Página 2 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Os avanços tecnológicos na sociedade

Mensagem  Isadora Fraga em Qua Nov 10, 2010 2:28 pm

1°) Significado para a expressão " sociedade técnico-científico informacional"
Uma das realidades mais extraordinárias do mundo atual é a velocidade com que são transmitidas informações entre diferentes lugares, quer estejam próximos quer distantes, fazendo deles lugares mundiais. A comunicação e a circulação de informações – dados, idéias ou decisões – ocorrem instantaneamente, no chamado tempo zero. Isso sem falar que essas informações podem chegar, ao mesmo tempo, em vários lugares. Velocidade, instantaneidade e simultaneidade são características do que chamamos de meio técnico-científico informacional.
Em 1982, o geógrafo Milton Santos, em seu trabalho intitulado ”Pensando o Espaço do Homem”, já alertava para o fato de que, das múltiplas denominações aplicadas ao nosso tempo, nenhuma é mais expressiva que a de período tecnológico. Dizia ele que a técnica é um intermediário entre a natureza e o homem desde os tempos mais remotos e inocentes da história. Mas, ao converter-se num objeto de elaboração cientifica sofisticada, acabou por subverter as relações do homem com o meio, as relações entre as classes sociais e até mesmo as relações entre as nações.
Para Milton Santos, a ciência, a tecnologia e a informação, hoje, são a base técnica da vida social, ou em outras palavras, o meio técnico-científico informacional é um meio geográfico no qual o território inclui obrigatoriamente ciência, tecnologia e informação.

2°) Até que ponto os avanços tecnológicos favorecem ou dificultam a nossa vida em sociedade? Reflita sobre os prós e os contras. Exemplifique.
Com o inchaço da população, surgiu a necessidade de encontrar soluções para às diversas áreas encontradas na sociedade, como a comunicação entre as pessoas, melhorar os tratamentos de doenças, e criar maior rapidez no transporte para pessoas e suas mercadorias.
Frequentemente, a tecnologia entra em conflito com algumas preocupações naturais de nossa sociedade, como o desemprego, a poluição entre outras muitas questões ecológicas, filosóficas e sociológicas.
Existe um equilibrio muito tênue entre as vantagens e desvantagens que o avanço da tecnologia traz para a sociedade. A principal vantagem é refletida na produção industrial: torna a produção mais rápida e mais eficiente, o resultado final é um produto mais barato e com maior qualidade.
As desvantagens que a tecnologia traz são muito preocupantes, pois quase superam as vantagens, uma delas é a poluição que, se não for controlada a tempo, evoluirá para um quadro irreversível. Quanto ao desemprego gerado pelo uso intensivo das máquinas industriais, na agricultura e no comércio, consequentemente se tem o trabalho do homem substituído pela execução das máquinas.
Os avanços se mostram mais rápidos, de acordo com as necessidades de nosso tempo, a cada dia, se torna essencial se comunicar com facilidade, velocidade e qualidade. Sistemas de saúde, que nós dê cura e previna doenças que são considerados sem saída e que chegam a levar a morte. Transportes rápidos e acessíveis para todos viajarem a passeio ou trabalho.

Referências
http://mundogeografico.sites.uol.com.br/geral08.htm
http://www.tipos.com.br/areas/wjcoelho/blog/2004/09/23/avancos-tecnologicos-1266526/
http://www.slideshare.net/magnoliaceae/avanos-tecnolgicos


Isadora Pombo Fraga
N°14 / 3°A
avatar
Isadora Fraga

Mensagens : 6
Data de inscrição : 02/09/2010
Idade : 23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interação

Mensagem  Isadora Fraga em Qua Nov 10, 2010 2:59 pm

Sobre o que a Maria Fernanda e a Nina Diniz disseram no final...
"Enfim, devemos aproveitar o que ela tem de bom a nos oferecer,deixando de lado os aspectos negativos , que como qualquer outro produto pode nos oferecer. "

Acham mesmo que devemos deixar de lado os aspectos negativos? Há muitos problemas que estão acontecendo e poderão acontecer muitos outros no futuro, que vai prejudicar não só a humanidade, mas como todo o planeta, por causa da poluição, desemprego, doenças, destruições de habitats, assim como foi citado em algumas postagens. E não só se preocupar ou aproveitar o que a tecnologia tem a nos oferecer. Não podemos pensar individualmente, há outros elementos que dependem de nós também..
Não sei se concordam, mas deveriamos principalmente nos preocupar com os aspectos negativos para evitar que o pior continue acontecendo e que durante muito tempo o nosso planeta continue existindo.
avatar
Isadora Fraga

Mensagens : 6
Data de inscrição : 02/09/2010
Idade : 23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

sociedade técnico-científico-informacional

Mensagem  Gustavo em Qua Nov 10, 2010 3:04 pm

Ja sitado:
"Entendemos o meio técnico-científico informacional como o período em que o homem não utiliza apenas o que a natureza disponibiliza, como no meio natural. Também não é apenas uma mecanização do território, como no meio técnico. Entendemos que as mudanças inferidas no território não são atribuídas apenas a máquinas, por mais modernas que elas sejam. O meio técnico-científico informacional vai além. Assim observou Milton Santos: "Neste período, os objetos técnicos tendem a ser ao mesmo tempo técnicos e informacionais, já que, graças à extrema intencionalidade de sua produção e de sua localização, eles já surgem como informação; e, na verdade, a energia principal de seu funcionamento é também a informação"
***O meio técnico-científico informacional, como vimos, modificou e continua modificando o espaço e a sociedade. As redes e, consequentemente, o ciberespaço são uns dos grandes expoentes do meio técnico atual. Por isso, não podem ser desprezados ou ignorados em estudos sobre espaço, trabalho ou lazer. Se, como alguns estudiosos acreditam, a Geografia não deve ou não tem recursos teóricos para estudar o ciberespaço - embora não concordemos com isso -, é interessante reler um dos mais importantes geógrafos brasileiros:
Cada vez que as condições gerais de realização da vida sobre a terra se modificam, ou a interpretação de fatos particulares concernentes à existência do homem e das coisas conhece evolução importante, todas as disciplinas científicas ficam obrigadas a realinhar-se para poder exprimir, em termos de presente e não mais de passado, aquela parcela de realidade total que lhes cabe explicar***
http://www.educacaopublica.rj.gov.br/biblioteca/geografia/0017.html

(*Minha Conclusão e pontos positivos e negativo dos avanços tecnológicos)
Apos, Ler tudo pesquisado por meus amigos dos 3 anos e pesquisado, nota-se o como vem avançando a tecnologia ate mesmo na criação de meio simples e diários como blogs e foruns de pesquisa ate tecnologia que revoluciona o mundo de hoje. A tecnologia vem ganhando espaço na vida e na sociedade e nao se pode impedir e esse avanço, ele acontecer e nao poderia se medir suas conseqüências, porque seus pontos positivos vem com ideais de melhora do conforto da vida humana e desenvolvimento de maquinas e ciências que lhe vai nos permiti maior "facilidade ou mobilidade e comunicação",somos ser humanos faremos de tudo pra melhor o que ja esta bom; os pontos negativos e no meio desse "progresso" voce tem pessoas interagindo e "destroindo e criando" se feita com qualidade e consiecia de que a natureza tem que ser investida nao ha problemas, a verdade um grande problema vem na desvantagem humana.Somos 6 bilhoes de pessoas e a tecnologia nao supri o
planeta, na verdade a tecnologia mecanizada tira trabalho de muitas pessoas aumentado a renda de poucos e zerando a de muitos.
Entao só posso concluir "que os avanços tecnológicos" é um mal necessario para humanidade e dever de todos conseguir supera esses problemas

GUSTAVO RODRIGUES DE SOUZA n13
3A
faltou algumas coisa?
avatar
Gustavo

Mensagens : 2
Data de inscrição : 01/10/2010
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interação com o Rodrigho Henrrike/Preguiçosos, mas não burros!

Mensagem  Juliana/Ruth em Qua Nov 10, 2010 3:09 pm

Hoje, já não é tão necessário comprar jornais ou revistas, visitar uma biblioteca ou até mesmo estar na frente de um computador com acesso a internet para buscar alguma informação. Celulares, netbooks, iphones, leitores digitais, smartphones trabalham através de diversas plataformas de suporte como pda, gprs, 3G, acesso wi-fi e transmitem diferentes tipos de informação em qualquer lugar que o usuário precisar.

A frase acima escrita pelo aluno Rodrigho Henrrike demonstra mais uma vez as facilidades que a tecnologia nos trás. Porém, se pararmos para pensar, essa facilidade toda pode nos tornar preguiçosos, eu disse preguiçosos, não burros!Pois, diante de tanta facilidade e praticidade nós nos acomodamos e sem fazer o menor esforço já recorremos a tecnologia, especificamente a internet. Existem coisas que seriam facilmente resolvidas sem a utilização da internet, mas prefirimos recorrer a ela, já que é um meio muito mais fácil e rápido do que o "manual". Contudo, toda essa nossa comodidade ainda não afetou o nosso senso crítico e discernimento...bom, pelo menos por enquanto. Acredito, que não é pelo fato de termos rápido e fácil acesso a informações que devemos parar de usar nossa inteligência para interpretá-las, julgando que tudo que está nesse mundo virtual seja correto e confiável. Ou seja, temos que aproveitá-la com inteligência. Very Happy


Juliana Mafra dos Santos
nº 16
3º A



Última edição por Juliana/Ruth em Sab Nov 13, 2010 10:18 am, editado 2 vez(es)
avatar
Juliana/Ruth

Mensagens : 9
Data de inscrição : 08/11/2010
Localização : Santos/SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fonte.

Mensagem  Juliana/Ruth em Qua Nov 10, 2010 3:18 pm

Admin escreveu:
Oi Juliana!
Brilhante a sua postagem. Parabéns!
Não esqueça agora de acrescentar a fonte, ok?

Abraço.
Prof. Francisco

Professor, eu coloquei a fonte sim! Está lá...tá escrito fonte, é só clicar que vai direto pro site que eu retirei. Quanto ao item número 2 da minha postagem (que está abaixo do vídeo) não tem fonte porque foi eu mesmo que escrevi da minha cabeça. E as minhas outras duas postagens (as de interação) também não tem fonte pelo mesmo motivo, fui eu que escrevi!Tchau!

Juliana Mafra dos Santos
nº 16
3º A

avatar
Juliana/Ruth

Mensagens : 9
Data de inscrição : 08/11/2010
Localização : Santos/SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interação com Tiago

Mensagem  Ariela Canazza em Qua Nov 10, 2010 8:25 pm

Mais Acho que com o ,iPad, Kindle e outros “leitores” tem um futuro muito promissor, fornecendo novas dimensões que estão sendo exploradas e até parece ser bom demais para ser verdade, entretanto, com o passar do tempo, a maturidade mostra que esse tipo de recurso/objeto/tecnologia vem para somar e não para substituir.

Portanto, eu não acredito nisso. Ler, em um livro, no papel, aquela coisa tradicional não deve acabar, existe até algo romântico por trás disso. Eu acredito que as demandas do “mundo verde”, sem impressões, sem o uso de recursos naturais faça com que isso diminua, mas não vai substituir. Tem espaço para os dois.

Tiago N.S
N° 35
3°D ( Noite )[/quote]

Concordo plenamente com você Tiago, na verdade o que as pessoas devem se dar conta é que tudo na vida precisa de equilíbrio. Quando surge uma novidade as pessoas simplesmente "jogam fora" ou excluem da sua vida o que se tornou ultrapassado. Livros são importantíssimos para o aprendizado, assim como os recursos tecnológicos também tem seu grau de importância. O equilíbrio entre os dois gera uma enormidade de possibilidades que, sem dúvida, muitos se surpreenderiam. Realmente, existe espaço para os dois.

N°02
3°A
avatar
Ariela Canazza

Mensagens : 7
Data de inscrição : 01/09/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

SOCIEDADE TÉCNICO-CIENTÍFICO-INFORMACIONAL

Mensagem  jessica Gonçalves em Qua Nov 10, 2010 8:43 pm

Estudar e conhecer as origens do ciberespaço e as consequências de sua existência é importante para compreendermos como espaço e sociedade estão organizados atualmente.

O meio técnico-científico informacional é o requisito para a criação das redes técnicas de computadores (concreto), as quais, por meio de seus fluxos, geram o ciberespaço (abstrato). Essa distinção entre concreto e abstrato é apenas um recurso inicial para distinguir fixos de fluxos, pois o ciberespaço é composto, simultaneamente, de elementos concretos e abstratos.

Entendemos o meio técnico-científico informacional como o período em que o homem não utiliza apenas o que a natureza disponibiliza, como no meio natural. Também não é apenas uma mecanização do território, como no meio técnico. Entendemos que as mudanças inferidas no território não são atribuídas apenas a máquinas, por mais modernas que elas sejam. O meio técnico-científico informacional vai além. Assim observou Milton Santos: "Neste período, os objetos técnicos tendem a ser ao mesmo tempo técnicos e informacionais, já que, graças à extrema intencionalidade de sua produção e de sua localização, eles já surgem como informação; e, na verdade, a energia principal de seu funcionamento é também a informação".

Com a criação e a utilização da infraestrutura (os fixos), surgem as trocas de informação (os fluxos). Da interação entre fixos e fluxos, cria-se o ciberespaço, que é entendido como "[...] uma dimensão da sociedade em rede, onde os fluxos definem novas formas de relações sociais [...]. As relações sociais no ciberespaço, apesar de virtuais, tendem a repercutir ou concretizar-se no mundo real. Marca, portanto, um novo tipo de sociedade"

O progresso da técnica observado no meio técnico-científico informacional, em conjunto com a compressão espaço/tempo e com o uso das redes pelos agentes capitalistas, modificou a sociedade até um ponto que temos de concordar com Manuel Castells, que diz ser a sociedade atual uma sociedade informacional, na qual a informação não é apenas utilizada (todas as sociedades a utilizam), mas sim "[...] o processamento e a transmissão da informação tornam-se as fontes fundamentais de produtividade e poder devido às novas condições tecnológicas surgidas nesse período histórico"

Fonte : http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:Lq-yPTMX6OkJ:www.educacaopublica.rj.gov.br/biblioteca/geografia/0017.html+SOCIEDADE+T%C3%89CNICO-CIENT%C3%8DFICO-INFORMACIONAL&cd=2&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br

Jéssica gonçalves N°14
talita Merin N°30 3B°
avatar
jessica Gonçalves

Mensagens : 10
Data de inscrição : 31/08/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Até que ponto os avanços tecnológicos favorecem ou dificultam a nossa vida em sociedade?

Mensagem  jessica Gonçalves em Qua Nov 10, 2010 8:54 pm

Tudo na vida a gente tem que saber dosar .. pq tudo vai ter seus beneficios e seus maleficios... exemplos ..

Beneficios:Hoje, já não é tão necessário comprar jornais ou revistas, visitar uma biblioteca ou até mesmo estar na frente de um computador com acesso a internet para buscar alguma informação. Celulares, netbooks, iphones, leitores digitais, smartphones trabalham através de diversas plataformas de suporte como pda, gprs, 3G, acesso wi-fi e transmitem diferentes tipos de informação em qualquer lugar que o usuário precisar.
em outras palavras praticidade!

MaleficiosSurprised ser humano tende a ficar mais sedentário devido a tantas informaçoes de pesquisas sem se aprofundar ou pesquisar em suas teses.QuanTo mais pratico for e nao necessitar de fazer esforços fisicos ou estimular a cerebro melhor é o produto.Alias praticidade em primeiro lugar!

Jessica gonçalves de andrade N°14 3°B

Fontes:
http://geografiaressu.wordpress.com/2010/02/04/era-digital-o-que-podemos-esperar-dos-avancos-tecnologicos-apos-lancamentodo-ipad/


Última edição por jessica Gonçalves em Qua Nov 10, 2010 8:59 pm, editado 1 vez(es)
avatar
jessica Gonçalves

Mensagens : 10
Data de inscrição : 31/08/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

avanços tecnologicos

Mensagem  jessica Gonçalves em Qua Nov 10, 2010 8:57 pm

http://www.youtube.com/watch?v=ah1lNItppss

http://www.youtube.com/watch?v=kJkEw3CzOME

http://www.youtube.com/watch?v=7LjrwVSmDOw
avatar
jessica Gonçalves

Mensagens : 10
Data de inscrição : 31/08/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Meio Técnico-Ciebtífico-Informacional

Mensagem  Beatriz Cota em Qui Nov 11, 2010 12:53 am

Esse Termo mais parece um palavrão de tão grande que é, mas ele simplesmente significa que o espaço geográfico foi transformado em um grande sistema técnico com alto teor de ciência e informação. Como assim?

Qual a diferença entre técnica e tecnologia? As técnicas são um saber-fazer aprendido na prática e transmitida de geração a geração ao longo da vida cotidiana, enquanto as tecnologias representam um saber vinculado a ciência moderno. Quanto ao espaço geográfico (Terra) foi transformado em um meio técnico. Agora os que os três tem em comum? Simples. Por causa das muitas técnicas existentes foram criadas as tecnologias que cada dia que passa ficam mais avançadas e extrapolam as expectativas humanas, isso faz com que enxerguemos o nosso planeta com outros olhos onde nós podemos acompanhar todasas tranformações em todos os terriórios. Um exemplo disso é o sistema técnológico de telecomunicações, estruturado com base em um conjunto complexo de aparelhos e instalções que vão até a órbita terrestre que são capazes de emitir e receber informações estratégicas de todos os tipos: científico, financeiro, político e etc.

Resumindo tudo podemos dizer que vivemos em um mundo onde tudo que não é tecnológico fica obsoleto e que é tecnológico fica ainda mais sofisticado. Pois o que o capitalismo visa é o lucro e por causa desse lucro, o capitalismo vem mudando e reinventando a vida de todos os envolvidos. Very Happy



Beatriz Cota nº 3 - 3ºA
Fonte: Caderno do Aluno, volume 4 pg.5 e 6.


Última edição por Beatriz Cota em Qui Nov 11, 2010 1:03 am, editado 2 vez(es)
avatar
Beatriz Cota

Mensagens : 6
Data de inscrição : 20/09/2010
Idade : 24
Localização : Santos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Vídeos para Complementar

Mensagem  Beatriz Cota em Qui Nov 11, 2010 12:58 am

Oi Povo...
Eu procurei no Youtube e encontrei uma TeleAula muito interesante que vem explicando exatamente essa matéria "Meio Técnico-Científico-Informacional". É bem legal, pois eles explicam de forma simples e objetiva e demontram toda a evolução tecnológica até chegar aqueles que ainda não a conhecem por falta de condições.

Espero qe vcs Gostem.... Exclamation Exclamation Exclamation







Beatriz Cota nº3. - 3ºA
avatar
Beatriz Cota

Mensagens : 6
Data de inscrição : 20/09/2010
Idade : 24
Localização : Santos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sociedade técnico-científico-informacional

Mensagem  Jamilly Moraes em Qui Nov 11, 2010 11:01 am

Sociedade técnico-científico-informacional

Passamos a ver a Geografia com novos olhos diante do processo de mudança em que o mundo vem se inserindo — analisar o comportamento do homem segundo o meio técnico-científico-informacional que toma conta da humanidade. Por conta desse meio técnico-científico-informacional tudo no mundo hoje parece girar em torno da informação. Fala-se em “revolução digital”, traduzindo-se a mesma competência para o acesso à informação.

O espaço geográfico hoje tende a se tornar um meio técnico-científico-informacional, constituído por um grande conteúdo em ciência, técnica e informação, daí resultando uma nova dinâmica territorial. Isso se deve sobretudo ao processo de globalização, marcado, entre outros aspectos, pela expansão das empresas multinacionais, que investem maciçamente em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e sistemas de produção. Essa situação leva a um tipo de produção com um conteúdo em ciência, tecnologia e informações cada vez maior. Os caixas eletrônicos, os telefones celulares, os computadores conectados à Internet são apenas alguns exemplos desse espaço “carregado” de ciência, técnica e informação. Esse meio técnico-científico-informacional dá-se em muitos lugares de forma extensa e contínua (Estados Unidos, Japão, Europa e parte da América Latina), enquanto em outros (África, parte da Ásia e parte da América Latina), apenas se manifesta como manchas ou pontos. Desta forma nota-se cada vez mais uma oposição entre espaços adaptados às exigências das ações econômicas, políticas e culturais características da globalização e outras não-dotadas dessas virtualidades.

fonte:
http://www.hottopos.com/mirand13/elian.htm

Até que ponto os avanços tecnológicos favorecem ou dificultam a nossa vida em sociedade?

Vivenciamos o mundo como um todo porque as novas tecnologias de comunicação e informação trazem-no para dentro de nossas casas e, simultaneamente, nos levam para fora, colocando-nos em contato com outros costumes, outras maneiras de ver o mundo.

Portanto as novas tecnologias que nos possibilitaram o mundo como um todo, acabaram transformando os indivíduos globalizados em seres esquizofrênicos devido à sua incapacidade de relacionar coerentemente passado e futuro. Viver o tempo como presente perpétuo é viver de forma fragmentada, superficialmente, forjando a consciência pela efemeridade dos acontecimentos, dos relacionamentos e das coisas.

O Homem é um consquistador que dominou a natureza e empreendeu um tremendo avanço tecnológico. Celular,notebook,elevador,avião a jato,metrô e tantas outras modernidades tecnológicas nos faz sentir cada vez mais “dependentes”,pois acostumamos a viver com essas “coisas” de tal modo que pensamos ser impossível a vida sem elas.Tecnologia é a marca do nosso tempo.


3° B
Jamily Moraes n° 13
Juliana Melo n° 16
avatar
Jamilly Moraes

Mensagens : 6
Data de inscrição : 23/09/2010
Idade : 24
Localização : Santos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Reflexão sobre os prós e os contras.

Mensagem  Jamilly Moraes em Qui Nov 11, 2010 11:29 am



Telefones de última geração, portateis, casas inteligentes, carros amigos do ambiente, invasão de privacidade...A tecnologia é aliada ou inimiga?

Nos dia de hoje, temos que ficar com um pé atraz em relação as tecnologias que a cada dia avança um pouco. Como mostra a foto ( tirada de um anuncio no google), mostra que para se destacar hoje no ambiente de trabalho, ou para conquistar uma vaga em um, é preciso estar antenado na tecnogia, saber tudo o que está se passando! Mais e para quem não tem acesso a isso?
Então eu fico sem responder...
Pois todo nós sabemos como está a situação hoje!




3°B
Jamily Moraes n°13
Juliana Melo n°16
avatar
Jamilly Moraes

Mensagens : 6
Data de inscrição : 23/09/2010
Idade : 24
Localização : Santos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Informação - Nova Estrutura Mundial

Mensagem  Calebe em Qui Nov 11, 2010 1:21 pm


.Técnica, Ciência e Informação – estes três pilares definem a atual estrutura da sociedade. O mundo pós-globalização tem um perfil próprio, pois conseguiu unir estruturas distintas com conhecimentos diversos. Nesse contexto a troca de conhecimentos é inevitável. É comum ver pessoas de diferentes culturas e formações interagindo, na maioria das vezes com pessoas que se encontram geograficamente distantes, mas tecnologicamente próximas (internet).

Para explicar o termo “Sociedade técnico-científico-informacional”,Milton Santos comenta: “Neste período, os objetos técnicos tendem a ser ao mesmo tempo técnicos e informacionais, já que, graças à extrema intencionalidade de sua produção e de sua localização, eles já surgem como informação; e, na verdade, a energia principal de seu funcionamento é também a informação".

Hoje temos o Capital de informação (O Dinheiro depositado nos bancos é apenas um número, uma informação. Os bancos trabalham primariamente com as informações. Enquanto alguns sacam, outros depositam. O banqueiro não possui em matéria palpável todo o dinheiro que possui em informação. Daí uma maneira simples de quebrar um banco: Espalhar um boato que o banco X está falido. Isso fará com que todos os que possuem economias nele saquem, essa atitude fará com que o banco “quebre”, pois o Banco X não tem disponível o dinheiro necessário) O capital de informação resumi parte desta sociedade em que nos encontramos. E na verdade este mesmo conceito é transferido para todas as modalidades existentes. Gerando, portanto, um ciclo de informações.


http://www.educacaopublica.rj.gov.br/biblioteca/geografia/0017.html
http://lauromonteclaro.sites.uol.com.br/Meus_Artigos/A_informacao_como_capital.htm

N° 34; N° 21
3°B

Calebe

Mensagens : 2
Data de inscrição : 08/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tecnologia - Benéfica ou Prejudicial?

Mensagem  Calebe em Qui Nov 11, 2010 1:44 pm


A Tecnologia é uma ferramenta fantástica, pois conseguiu trazer um avanço muito grande para a sociedade. Hoje é muito simples e fácil fazer pesquisas pela internet, interagir com amigos e até mesmo fazer uma graduação através da internet.

Mas a Tecnologia pode nos tornar escravos dela, e neste ponto ela seria extremamente prejudicial! Em Novembro de 2009, a revista Despertai!, publicada mensalmente pelas Testemunhas de Jeová trazia na capa o tema: “Tecnologia — benéfica ou prejudicial?”

Segue um trecho do artigo das páginas 4 e 5:

Benéfica ou prejudicial?

Um motorista perde o controle do carro e bate num poste, ferindo gravemente um passageiro. Sem demora, ele usa seu celular para pedir socorro. Mas por que ele perdeu o controle do carro? Ele havia se distraído para atender o celular.

ESSE exemplo ilustra que a tecnologia moderna pode ser benéfica ou prejudicial, dependendo de como a usamos. Mas poucas pessoas prefeririam usar produtos que ficaram ultrapassados. Computadores, por exemplo, nos poupam de tarefas tediosas, possibilitam que façamos compras e operações bancárias sem sair de casa e nos ajudam a manter contato com outras pessoas por e-mail, correio de voz ou vídeo.

Não faz muito tempo, o normal era os membros de uma família se falar de manhã, antes de começar sua rotina, e só voltar a se falar à noite. Mas hoje “70% dos casais com dois celulares ligam um para o outro todo dia só para dizer ‘oi’ e 64% ligam para combinar alguma coisa; e 42% dos pais ligam para seus filhos todos os dias usando um celular”, noticiou o jornal USA Today.
Não deixe que algo bom se torne ruim

Será que o uso excessivo e indevido da tecnologia pode causar danos mentais e físicos? Veja o exemplo de um casal recém-casado num país ocidental. De acordo com uma reportagem, eles “viviam se falando por telefone — no carro, na academia e até em diferentes cômodos da casa”. Às vezes, chegavam a falar 4 mil minutos — mais de 66 horas — por mês ao telefone, e disseram que não conseguiam viver sem ele. Esse casal apresenta “os clássicos sinais de vício”, observou o Dr. Harris Stratyner, um especialista em saúde mental. “É como se o relacionamento deles dependesse de um objeto.”

Esse exemplo pode parecer exagerado, mas reflete uma tendência preocupante. Para muitas pessoas, só a idéia de ficar uma hora sem ter contato com alguém é insuportável. Uma jovem de 20 e poucos anos disse: “Sempre precisamos verificar os e-mails, sempre precisamos estar on-line, sempre precisamos enviar e receber mensagens instantâneas de amigos.”

Se estar conectado “consome mais e mais do seu tempo e se torna a atividade preferida da sua vida a ponto de deixar todo o resto de lado, isso com certeza é sinal de que alguma coisa está errada”, diz o Dr. Brian Yeo no jornal eletrônico The Business Times of Singapore. Além disso, as pessoas que ficam horas a fio isoladas com seus aparelhos eletrônicos geralmente fazem pouco ou nenhum exercício e podem desenvolver doenças cardiovasculares, diabetes ou outras doenças graves.

Outros perigos, porém, são mais imediatos. Veja, por exemplo, os celulares. Uma pesquisa recente concluiu que motoristas que falam ao celular — mesmo que seja pelo viva-voz — ficam tão incapacitados de dirigir quanto motoristas alcoolizados. Trocar mensagens de texto ao volante pode ser fatal, e uma pesquisa constatou que cerca de 40% dos motoristas de 16 a 27 anos fazem isso. Além disso, se você se sentir tentado a usar o celular para conversar ou enviar mensagens enquanto estiver dirigindo, lembre-se de que, se acontecer um acidente, a polícia e a seguradora do seu carro podem verificar se você estava usando o celular naquela hora. Uma ligação ou uma simples mensagem pode sair muito caro. Uma investigação sobre um acidente de trem que ocorreu em 2008 na Califórnia, EUA, e resultou em 25 mortes revelou que o maquinista tinha enviado uma mensagem de texto alguns segundos antes da tragédia. Ele nem chegou a acionar os freios.

Cremos que este artigo resumiu de forma clara os melefícios que o avanço da tecnologia pode causar em nossa vida e na vida da sociedade como um Todo.

n°34; n° 21
3°B


Última edição por Calebe em Qui Nov 11, 2010 9:53 pm, editado 1 vez(es)

Calebe

Mensagens : 2
Data de inscrição : 08/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Complemento

Mensagem  Jamilly Moraes em Qui Nov 11, 2010 3:43 pm






Parte por parte da evolução da tecnologia.
avatar
Jamilly Moraes

Mensagens : 6
Data de inscrição : 23/09/2010
Idade : 24
Localização : Santos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ciberespaço, a ambiguidade do concreto e do abstrato

Mensagem  Danilo fraga em Qui Nov 11, 2010 3:52 pm

O meio técnico-científico informacional é o requisito para a criação das redes técnicas de computadores (concreto), as quais, por meio de seus fluxos, geram o ciberespaço (abstrato). Essa distinção entre concreto e abstrato é apenas um recurso inicial para distinguir fixos de fluxos, pois o ciberespaço é composto, simultaneamente, de elementos concretos e abstratos.

Entendemos o meio técnico-científico informacional como o período em que o homem não utiliza apenas o que a natureza disponibiliza, como no meio natural. Também não é apenas uma mecanização do território, como no meio técnico. Entendemos que as mudanças inferidas no território não são atribuídas apenas a máquinas, por mais modernas que elas sejam. O meio técnico-científico informacional vai além. Assim observou Milton Santos: "Neste período, os objetos técnicos tendem a ser ao mesmo tempo técnicos e informacionais, já que, graças à extrema intencionalidade de sua produção e de sua localização, eles já surgem como informação; e, na verdade, a energia principal de seu funcionamento é também a informação".

http://www.educacaopublica.rj.gov.br/biblioteca/geografia/0017.html]

Danilo Fraga n°06
Maico n°19
3°D NOITE


Última edição por Danilo fraga em Ter Nov 16, 2010 11:59 am, editado 1 vez(es)

Danilo fraga

Mensagens : 4
Data de inscrição : 11/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ciberespaço, a ambiguidade do concreto e do abstrato

Mensagem  Danilo fraga em Qui Nov 11, 2010 4:01 pm

A modernização de algumas coisa afeta algumas partes como a fabricação das revistas, jornais do dia-a-dia porque agora e possível obter isso com um clique na internet e acha tudo la o que precisa as noticias do dia-a-dia e a varios sites desse tipo noticias, esportes,dinheiro,politica, e muito mais que o usurário quera saber. Pelo um lado e bom porque não precisa sair de casa para saber das noticias do cotidiano .

Danilo Fraga N°06
Maico N°19
3°D NOITE


Última edição por Danilo fraga em Ter Nov 16, 2010 11:58 am, editado 1 vez(es)

Danilo fraga

Mensagens : 4
Data de inscrição : 11/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ciberespaço, a ambiguidade do concreto e do abstrato

Mensagem  Danilo fraga em Qui Nov 11, 2010 4:08 pm






Danilo Fraga N°06
Maico N°19
3°D NOITE


Última edição por Danilo fraga em Ter Nov 16, 2010 11:59 am, editado 1 vez(es)

Danilo fraga

Mensagens : 4
Data de inscrição : 11/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sociedade Técnico-Científico-Informacional

Mensagem  Feliphe S. Carvalho em Qui Nov 11, 2010 6:54 pm

Podemos entender que sociedade Técnico-Científico-Informacional, é um período em que o homem não utiliza só o que a natureza oferece, e também não usa só disponibilidade que a mecanica permite usar no seu território, o meio técnico-científico-informacional vai além, ele vem com a intenção de informar seu meio de funcionamento entre as máquinas
Essa união entre técnica e ciência vai dar-se sob a égide do mercado. E o mercado, graças exatamente à ciência e à técnica, torna-se um mercado global. A idéia de ciência, a idéia de tecnologia e a idéia de mercado global devem ser encaradas conjuntamente, e desse modo podem oferecer uma nova interpretação à questão ecológica, já que as mudanças que ocorrem na natureza também se subordinam a essa lógica.

Até que ponto os avanços tecnológicos favorecem ou dificultam a nossa vida em sociedade?
Quando usado com cautela os avanços tecnológicos podem nos favorecer em vários aspectos como a facilidade de comunicação a longa distancia que nos propicia estar interagindo neste momento, salvando vidas ,criando novos métodos de trabalho,novas profissões,um novo jeito de viver esses avanços facilitam a nossa vida muitas vezes economizando nosso tempo,exemplo ao invés de enviarmos cartas mandamos e-mails que é bem mais rápido.Mas como tudo na vida tem o seu lado ruim tais avanços muitas vezes não nos permite conhecer de verdade com estamos lidando faz com que sejamos mais sedentários e se não acompanharmos toda essa tecnologia acabamos ficando para trás e podendo até ser prejudicados em vários aspectos como o profissional.

Nomes: Rafael S. Carvalho Nº27
Larissa Cunha C. de Jesus Nº18
3ºB

Feliphe S. Carvalho

Mensagens : 4
Data de inscrição : 08/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÓRUM DE DISCUSSÃO DOS 3ºs ANOS A,B,C e D

Mensagem  rodrigho henrrike ferrao em Qui Nov 11, 2010 8:52 pm

Gostei muito dessa expressão do grupo do thiago da minha sala 3ºD , ''Em suma, o envelhecimento bem sucedido é uma arte, que pode ser resumida em algumas expressões, como: viver intensamente todas as idades; cultivar todos os talentos; saber articular limites com a certeza de que sempre se pode dar mais um passo adiante. O envelhecimento bem sucedido é aquele das pessoas que sabem colher flores mesmo entre espinhos''. . Aqui ele diz muitas coisas , como na velhice nao devemos dessistir tão facil , por passar problemas por que estão na velhice , jamais devem levantar a cabeça e segir em frente .

rodrigho henrrike ferrao

Mensagens : 3
Data de inscrição : 08/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Concordo!

Mensagem  Mariana de Carvalho em Qui Nov 11, 2010 10:36 pm

Rodrigo, tamém admirei a postagem desse grupo, e acrescento que como jovens devemos incentivar a conversa, as relações humanas, mesmo com toda a tecnologia existente, não acho correto deixarmos morrer essa atitude, afinal quando chegarmos a velhice, a beleza terá ido embora e o vigor também e o que sobrará será o amor, o carinho, as experiencias e a conversa. Uma pessoa nunca estará só enquanto tiver um amigo e uma boa conversa. =]

Mariana de Carvalho

Mensagens : 5
Data de inscrição : 11/08/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Trabalho

Mensagem  Thiago Ludvichak e Elias em Sex Nov 12, 2010 12:56 am

Sociedade técnico-científica-informacional

Estudar e conhecer as origens do ciberespaço e as consequências de sua existência é importante para compreendermos como espaço e sociedade estão organizados atualmente.

O meio técnico-científico informacional é o requisito para a criação das redes técnicas de computadores (concreto), as quais, por meio de seus fluxos, geram o ciberespaço (abstrato). Essa distinção entre concreto e abstrato é apenas um recurso inicial para distinguir fixos de fluxos, pois o ciberespaço é composto, simultaneamente, de elementos concretos e abstratos.

Entendemos o meio técnico-científico informacional como o período em que o homem não utiliza apenas o que a natureza disponibiliza, como no meio natural. Também não é apenas uma mecanização do território, como no meio técnico. Entendemos que as mudanças inferidas no território não são atribuídas apenas a máquinas, por mais modernas que elas sejam. O meio técnico-científico informacional vai além. Assim observou Milton Santos: "Neste período, os objetos técnicos tendem a ser ao mesmo tempo técnicos e informacionais, já que, graças à extrema intencionalidade de sua produção e de sua localização, eles já surgem como informação; e, na verdade, a energia principal de seu funcionamento é também a informação".

Neste contexto, temos a formação das redes, que normalmente têm as suas definições divididas em duas matrizes: "a que apenas considera o seu aspecto, a sua realidade material, e uma outra, onde é também levado em conta o dado social".

Concordamos que devemos estudar as redes considerando tanto a realidade material da rede (concreto) como o dado social (abstrato). Só assim, conseguiremos refletir o real significado das redes, pois elas apresentam uma infraestrutura, que contém, entre outros equipamentos, cabos submarinos e satélites. Mas a rede também é "[...] social e política, pelas pessoas, mensagens, valores que a frequentam. Sem isso, e a despeito da materialidade com que se impõe aos nossos sentidos, a rede é, na verdade, uma mera abstração".

Com a criação e a utilização da infraestrutura (os fixos), surgem as trocas de informação (os fluxos). Da interação entre fixos e fluxos, cria-se o ciberespaço, que é entendido como "[...] uma dimensão da sociedade em rede, onde os fluxos definem novas formas de relações sociais [...]. As relações sociais no ciberespaço, apesar de virtuais, tendem a repercutir ou concretizar-se no mundo real. Marca, portanto, um novo tipo de sociedade".

O ciberespaço é muito mais do que computadores conectados. Ele necessita de que essa rede seja utilizada e gere fluxos. Sem isso, ele não existe. Ele traz em seu bojo muito mais do que a troca de informações por redes de computadores. Em virtude da velocidade com que essas trocas se efetuam, todo um paradigma e uma relação tempo/espaço são modificados. David Harvey, em 1993, já nos alertava sobre essa mudança, chamada por ele de compressão espaço-temporal. Como explica a professora Michéle Tancman:

a velocidade dos medias eletrônicos instaura uma nova forma de experienciar o tempo, substituindo a noção de tempo-duração por tempo-velocidade e a instantaneidade das relações sociais. O tempo permeado pelas novas tecnologias eletrônico-comunicacionais é marcado pela presentificação, ou seja, pela interatividade on-line, de fato constatado nas tecnologias de telepresença em tempo real que alteram nosso sentido cultural de tempo e espaço.

O progresso da técnica observado no meio técnico-científico informacional, em conjunto com a compressão espaço/tempo e com o uso das redes pelos agentes capitalistas, modificou a sociedade até um ponto que temos de concordar com Manuel Castells, que diz ser a sociedade atual uma sociedade informacional, na qual a informação não é apenas utilizada (todas as sociedades a utilizam), mas sim "[...] o processamento e a transmissão da informação tornam-se as fontes fundamentais de produtividade e poder devido às novas condições tecnológicas surgidas nesse período histórico".

O ciberespaço modifica a sociedade, o trabalho, o lazer e o relacionamento entre as pessoas. Uma reunião de trabalho não necessita de que os presentes estejam em uma mesma sala, pois agora existe a teleconferência. Adolescentes se reúnem para jogar War (jogo da Grow, empresa de brinquedos especializada em jogos de tabuleiro) pela Internet. Provavelmente, eles jogam com pessoas que nem conhecem. Mas como o espaço é afetado e como afeta a sociedade na passagem de uma sociedade industrial para uma sociedade informacional?

A transição, na década de 1970, do meio técnico para o meio técnico-científico informacional não pode ser vista apenas como desenvolvimento tecnológico. O entendimento das consequências dessa mudança é o que nos permite compreender as atuais relações do homem com o território e a ascensão da produção flexível em substituição ao modo fordista de produção. Essa transição modificou o território, que sofreu um processo de cientificização, tecnicização e informacionalização, conforme explica Milton Santos: "Os espaços assim requalificados atendem sobretudo aos interesses dos atores hegemônicos da economia, da cultura e da política e são incorporados plenamente às novas correntes mundiais. O meio técnico-científico informacional é a cara geográfica da globalização".

Neste momento, é interessante reforçarmos a noção de que as redes são a base física para o ciberespaço, e, em alguns trechos do nosso trabalho, rede e ciberespaço podem ser entendidos como sinônimos. Assim Milton Santos relaciona redes ou ciberespaço com espaço:

As redes são a condição da globalização e a quintessência do meio técnico-científico informacional. Sua qualidade e quantidade distinguem as regiões e lugares, assegurando aos mais bem dotados uma posição relevante e deixando aos demais uma condição subordinada. São os nós dessas redes que presidem e vigiam as atividades mais características deste nosso mundo globalizado.

Essa dinâmica cria distorções e diferenciações no espaço, tanto nos países centrais como nos países periféricos. Áreas mais ou menos desenvolvidas ou espaços luminosos e espaços opacos são identificados deste modo:

Chamaremos de espaços luminosos aqueles que mais acumulam densidades técnicas e informacionais, ficando assim mais aptos a atrair atividades com maior conteúdo em capital, tecnologia e organização. Por oposição, os subespaços onde tais características estão ausentes seriam os espaços opacos.

Além das distorções entre países centrais e países periféricos, existe a distorção dentro dos próprios países, conforme observa Castells:

Dentro dos países, há também grandes diferenças espaciais na difusão do uso da Internet. As áreas urbanas vêm em primeiro lugar, seja em países desenvolvidos ou em desenvolvimento, e as áreas rurais e as pequenas cidades ficam consideravelmente para trás em seu acesso ao novo meio [...]. O atraso na difusão da Internet em áreas rurais foi observado nos Estados Unidos, na Europa e, mais ainda, nos países em desenvolvimento.

O meio técnico-científico informacional, como vimos, modificou e continua modificando o espaço e a sociedade. As redes e, consequentemente, o ciberespaço são uns dos grandes expoentes do meio técnico atual. Por isso, não podem ser desprezados ou ignorados em estudos sobre espaço, trabalho ou lazer. Se, como alguns estudiosos acreditam, a Geografia não deve ou não tem recursos teóricos para estudar o ciberespaço - embora não concordemos com isso -, é interessante reler um dos mais importantes geógrafos brasileiros:

Cada vez que as condições gerais de realização da vida sobre a terra se modificam, ou a interpretação de fatos particulares concernentes à existência do homem e das coisas conhece evolução importante, todas as disciplinas científicas ficam obrigadas a realinhar-se para poder exprimir, em termos de presente e não mais de passado, aquela parcela de realidade total que lhes cabe explicar.

Fonte: http://www.educacaopublica.rj.gov.br/biblioteca/geografia/0017.html

Resumidamente (Thiago Ludvichak e Elias)Vivemos em uma sociedade interligada por redes ou cyberespaço, onde a informação e a comunicação acontece de forma muito mais rápida e não necessariamente de forma direta (como duas pessoas conversando simultaneamente).Um grande exemplo disso é exatamente o que estamos fazendo aqui, esta atividade proposta pelo professor Francisco que de nos pediu justamente, de certa maneira, para explicarmos a atividade proposta pelo mesmo, pois, estamos usando a rede ou o cyberespaço, para fazer esta atividade.

Fonte: Thiago Ludvichak e Elias. Thiago N°34 Elias N°10



Até que ponto os avanços tecnológicos favorecem ou dificultam nossa vida em sociedade?Reflita sobre os prós e contras.



A velocidade e facilidade com que podemos fazer as coisas hoje em dia, é uma das grandes vantagens da técnologia.Com um celular é possível você pagar contas, usar como cartão transporte, fazer pesquisas, monitorar sua casa, achar lugares com o GPS, jogar games; é tanta coisa q a gente esquece que o objetivo do celular quando foi criado era apenas de fazer ligação.Podemos também,em vez de gastar horas numa biblioteca proucurando o que desejamos, apenas escrever em um site de busca da internet que em menos de segundos aparece várias opções para sua pesquisa.A informação e a comunicação são rápidas e de rápido e simples acesso.A técnologia não nos ajuda apenas em coisas de nosso cotidiano, mas também na área da saúde, como por exemplo, encontrando cura para várias doenças antes incuráveis, ajuda na agricultura e na globalização.Porém com tanto avanço, de forma rápida e sem interrupções, o mundo, além de muito poluido e com muito lixo eletrônico, pessoas acabam por perder seus empregos por não conseguirem acompanhar a técnologia, às vezes por falta de estudo, ou talvez, seu emprego se torne simplesmente obsoleto.Não só esse pode ser um ponto negativo, mas com tanta tecnologia, acabamos trocando o mundo real pelo virtual, como por exemplo, ter amigos virtuais, fazer compras virtual, isso tudo nos deixa mais preguiçoso e sem muito contato com o mundo real, e é o que está se tornando cada vez mais comum, fazendo com que nos acostumemos e fiquemos cada vez mais dependentes deste mundo.De certa maneira temos o ''Mundo em nossas mãos''.


Fonte: Escrito por Thiago Ludvichak e Elias Ricardo.


Thiago Ludvihak N°34 Elias Ricardo N°10 3°D


Última edição por Thiago Ludvichak e Elias em Sex Nov 12, 2010 1:16 am, editado 1 vez(es)
avatar
Thiago Ludvichak e Elias

Mensagens : 11
Data de inscrição : 11/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Usando a tecnologia para tocar música.

Mensagem  Thiago Ludvichak e Elias em Sex Nov 12, 2010 1:14 am

Video interessante de uma garota que usa 4 iphones para tocar música.


http://www.youtube.com/watch?v=nzh2UygPwDU&feature=player_embedded#!

Thiago Ludvichak N°34 e Elias Ricardo N°10 3°D
avatar
Thiago Ludvichak e Elias

Mensagens : 11
Data de inscrição : 11/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sociedade técnico-científico-informacional (adaptação de conseitos)

Mensagem  Antonio Vinícius em Sex Nov 12, 2010 1:24 am

VOLTEI Very Happy

A Revolução Técnico-científico-informacional ou Terceira Revolução Industrial entrou em vigor na segunda metade do século XX, principalmente a partir da década de 1970, quando houve uma série de descobertas e evoluções no campo tecnológico.
Essa nova etapa de produção está vinculada à inserção de uma enorme quantidade de tecnologia e informação, essa revolução está ligada diretamente à informática, robótica, telecomunicação, química, uso de novos materiais, biotecnologia, engenharia genética entre muitos outros, que recentemente fazem parte de praticamente todos os seguimentos produtivos que marcam essa etapa, assim como outros fatos marcaram as revoluções industriais do passado.
Essa revolução é um dos principais combustíveis para o desenvolvimento do capitalismo moderno e especialmente o processo de globalização que visa uma flexibilidade de informações, além de um acelerado dinamismo no fluxo de capitais e mercadorias.
A Terceira Revolução ou Revolução Técnico-científico-informacional tem como base primordial a informação, essa está ligada ao conhecimento de inúmeras ciências que, com o objetivo de atender os interesses econômicos, estão à disposição dos donos dos meios de produção. Um exemplo disso são os microchips que, apesar de terem na composição pouquíssimo material, possui um grande valor agregado, uma vez que para serem concebidos foram necessários anos de estudos e pesquisas, e são justamente as informações inseridas no produto que conduz à essa importante etapa pela qual a sociedade atravessa.
Tendo como base essas informação sobre a Revolução Técnico-científico-informacional é possível concluir que a sociedade Técnico-científico-informacional é uma sociedade avançada tecnologicamente, que teve inicio com a descoberta de novas tecnologias, sendo hoje em dia é altamente dependente delas, que vem confortando e inovando o modo de viver do ser humano, que são avançadas e se tornaram essenciais para a geração do capital e o desenvolvimento de todo o planeta terra.

Fonte: http://www.mundoeducacao.com.br/geografia/revolucao-tecnicocientificoinformacional.htm

Antonio Vinícius Ferreira, Nº4 3ºB


Última edição por Antonio Vinícius em Sex Nov 12, 2010 2:15 am, editado 3 vez(es)
avatar
Antonio Vinícius

Mensagens : 30
Data de inscrição : 05/08/2010
Idade : 23
Localização : Santos - Ponta da Praia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FÓRUM DE DISCUSSÃO DOS 3ºs ANOS A,B,C e D

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum